Nostalgia | Xica da Silva

Texto de Pedro Lima


Xica da Silva foi uma telenovela produzida e exibida pela extinta Rede Manchete entre 17 de setembro de 1996 a 11 de agosto de 1997, totalizando 231 capítulos. A trama contou a história real de Francisca da Silva de Oliveira, escrava que viveu no Arraial do Tijuco, atual cidade de Diamantina em Minas Gerais, durante a segunda metade do século XVIII. A história central girou em torno da atrevida e inteligente, Xica (Taís Araújo) que conquistou um marido rico o contratador João Fernandes (Victor Wagner), que ao deixar de ser escrava chocou a sociedade hipócrita de sua época, movida pela ambição do diamante. 



E quem se encarregou de contar a saga da escrava que virou rainha foi Walcyr Carrasco (sob o pseudônimo Adamo Angel), que na época era contratado do SBT e por não estar produzindo para a emissora de Silvio Santos aceitou o convite da Rede Manchete. Após a descoberta, o mesmo seguiu no SBT onde assinou Fascinação (1998). O realismo mostrado em algumas cenas como as de mortes e torturas são tidas como um dos pontos altos da produção, que foi dirigida por Walter Avancini a exemplo da execução de Maria (Zezé Motta), mãe de Xica, esta sequência é uma das mais lembradas pelos telespectadores até hoje.

O investimento feito pela Manchete não foi pouco, estimou-se na época que foram gastos em torno de 6 milhões de dólares na produção, que teve cenas rodadas em estúdio no Rio de Janeiro, em Minas Gerais e em Portugal, onde foram gravadas cenas dos últimos capítulos. Além de Taís Araújo (premiada como revelação pelo Troféu Imprensa em 1996), Victor Wagner e Zezé Motta tiveram destaque também o estreante Guilherme Piva, Giovanna Antonelli, Carla Regina, Murilo Rosa e Drica Moraes que deu vida à grande vilã Violante, por conta de sua atuação Drica foi eleita pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) a melhor atriz na televisão em 1996 (juntamente com Arlete Salles pela novela Salsa e Merengue).

Em 2005, o SBT surpreendeu ao adquirir os direitos da novela e causou uma grande surpresa com a sua reexibição. A audiência da emissora triplicou na faixa das 22h, conquistando a vice-liderança. Xica da Silva foi exportada para inúmeros países, como Portugal, Estados Unidos, Paraguai, Chile, Peru, Argentina, Equador, Venezuela e Colômbia que teve uma enorme repercussão e por conta disso Taís Araújo, foi convidada para uma participação na novela colombiana Betty, a feia (1999). Xica da Silva é tida por muitos críticos nacionais e internacionais como umas das melhores novelas já produzidas no Brasil.   

Um comentário :

  1. Olá, tudo bem? Eu adorava Xica da Silva. É a melhor novela de 1996.... Abs, Fabio www.blogfabiotv.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Copyright © Portal Comenta TV. Designed by OddThemes & SEO Wordpress Themes 2018