Novela Escrita | Enquanto a Cidade Dorme - Último Capítulo



PARTE 1

Casa de Fernando – Sala – Clara está vendo televisão quando seus pais chegam em casa:

CLARA: Pai? Mãe? Onde vocês estavam? Estou preocupada! Pai o que você fez? Mãe fala pra mim que ele não fez nenhuma loucura? 

HELENA: Minha filha fique tranquila, nada aconteceu! Nada que o destino já não havia escrito!

FERNANDO: Agora nós temos que ir embora! Está com suas malas prontas?

CLARA: Fiz tudo como combinamos! Pai, você tem certeza que não fez nada que foge ao nosso combinado? Promete pra mim?

FERNANDO: Prometo minha filha! Eu te prometo!

PARTE 2

Casa de Tarcísio – Graziela sai do escritório com uma mala na mão e encontra a filha na sala:

GRAZIELA: O que você está fazendo acordada?

MANOELA: Não tem ninguém em casa, ouvi um barulho, aconteceu alguma coisa

GRAZIELA: Não ouvi nada! Onde está seu pai? E seu irmão?

MANOELA: Já lhe disse que não há ninguém em casa!

Manoela nota a mala que a mãe segura:

MANOELA: O que tem dentro desta mala?

GRAZIELA: São coisas minhas, Manoela, deixa de ser curiosa!

MANOELA: A troco de que você sai do escritório do meu avô com uma mala na mão

GRAZIELA: Não é da sua conta! Volte para seu quarto e acostume-se por lá, ok? Nós jamais voltaremos para a China. E tem mais, eu estou indo embora. Fique bem! Mande um beijo para o seu pai.

Graziela sai e Manoela fica sozinha. Ela sobe a escada quando nota que alguém chegou em casa. Ela ouve a voz de Breno:

BRENO: Pai? Está em casa?

Manoela volta à sala:

MANOELA: Breno, onde você estava? Não tem ninguém aqui!

BRENO: Como não tem ninguém? Onde estão todos?

MANOELA: Eu acordei com um barulho e não tinha ninguém em casa. Minha mãe estava aqui agora, saiu com uma mala na mão, disse que iria embora!

BRENO: Estranho! Onde estão nossos avós?

MANOELA: Eu não sei!

PARTE 3

No outro dia, Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro – Clara, Fernando e Helena estão na praça de alimentação:

FERNANDO: O que você tanto está nesse celular, Clara?

CLARA: Verificando os sites de notícias para ver se sai algo sobre o Tarcísio!

HELENA: Minha querida, nós não lhe prometemos que nada aconteceu a ele?

CLARA: Tenho medo! Muito medo! 

FERNANDO: Aquele canalha vai para sempre lembrar da injustiça que cometeu contra mim!

HELENA: Vamos parar de falar desse homem? Temos nossas vidas para cuidar agora e tudo ficará bem. Nosso voo para Madrid sai em uma hora, vamos para a área de embarque?

CLARA: Vamos! Vamos começar nossa nova vida!

Os três caminham em direção à área de embarque.

PARTE 4

Amora Branca – casa de Eliane e Joaquim – Parte exterior, frente da casa:

ELIANE: Tem certeza que já vai embora Miguel?

JOAQUIM: Você sabe que as portas desta casa sempre estarão abertas para você!

MIGUEL: Sei disso! E agradeço a vocês por tudo. Mas tenho que ir. Só peço que vocês cuidem bem da Luana e da Mariana para mim!

ELIANE: Elas ficarão bem! Vá com Deus!

MIGUEL: Muito obrigado por tudo!

Miguel se despede de Joaquim e Eliane. Quando está prestes a entrar no carro, Luana aparece:

LUANA: Você ia embora sem se despedir de mim?

MIGUEL: Desculpa! Pensei que não queria me ver!

LUANA: Não existe motivos para isso Miguel! Mais uma vez, obrigado por tudo!

MIGUEL: Vai ver o Breno hoje?

LUANA: Vou sim! Marcamos vários programas para essa semana!

MIGUEL: Boa sorte!

LUANA: Obrigado!

Os dois se abraçam

PARTE 5

Casa de Eliane e Joaquim – Quarto de Mariana – Luana conversa com a filha:

LUANA: Fico feliz pela boa conversa que teve com seu pai sobre tudo isso minha filha!

MARIANA: Não fiquei, em momento algum, com raiva de nenhum de vocês mãe! Eu os amo e continuarei amando vocês! Agora, eu quero saber de você, como está seu coração?

LUANA: Magoado filha, bem magoado! Mas se costurando aos poucos! Vou ver o Breno essa semana todinha, todinha, estou muito feliz! Você vem com a gente?

MARIANA: Claro que não, mãe! Esses momentos são exclusivos de vocês! Não posso atrapalhar! E irei conversar com Breno hoje à noite, mal posso esperar para beijar o amor da minha vida! Vai ser estranho isso, mas não somos irmãos e seremos felizes juntos!

LUANA: Queria dizer que apoio vocês dois viu?

As duas riem juntas e se abraçam:

PARTE 6

Breno e Luana se encontram em um restaurante e almoçam juntos. Eles passam o dia juntos, comemoram, se abraçam e se curtem bastante. Ao entardecer, os dois estão sentados em um dos bancos da praça central da cidade:

BRENO: Então foi aqui que você e meu pai se conheceram?

LUANA: Foi aqui sim! Nesta praça!

BRENO: Mesmo local onde conheci Mariana!

LUANA: Destino isso meu filho! Destino! Eu e seu pai nos encontrávamos nesta praça, todas as noites!

BRENO: Escondidos? Lembro que ele me dizia isso sempre! Que adorava se encontrar com minha mãe na praça da cidade, quando as luzes da cidade se apagavam!

LUANA: É isso mesmo! Enquanto a cidade toda dormia, a gente se amava!

BRENO: Que linda história!

PARTE 7

Casa de Tarcísio – Sala:

MANOELA: Como foi com sua mãe?

BRENO: Tudo certo! Estamos nos entendendo, nos conhecendo...

MURILO: Ela falou de mim?

BRENO: Falou sim pai! Contou que vocês se conheceram na praça e também pediu pra que eu lhe desse um recado!

MURILO: Recado? Qual recado?

BRENO: Ela vai estar na praça hoje a noite. Te esperado!

MURILO: Você está falando sério?

BRENO: Claro que sim, pai! Se arruma e vai lá!

Murilo fica empolgado e logo sua empolgação é quebrada por Manoela:

MANOELA: Ninguém tem notícias da vovó e do vovô?

MURILO: Desde ontem a noite que não os vejo. 

BRENO: No quarto não estão, olhei lá hoje cedo e nada! As roupas deles não estão no guarda-roupa!

MURILO: Como assim? Eles foram embora sem falar nada para ninguém?

MANOELA: Ontem a noite eu acordei com um barulho, não encontrei ninguém em casa.

O celular de Murilo vibra:

MURILO: Chegou uma mensagem da minha mãe!

BRENO: Ela está dizendo alguma coisa de onde estão pai?

Murilo lê a mensagem e fica intrigado:

MURILO: Ela disse que foi embora, que não tinha coragem de me encarar depois de tudo o que ajudou meu pai a fazer. Disse que ele saiu de casa sem falar nada para ela e que levou as roupas! 

BRENO: Então meu avô fugiu?

MANOELA: Mas fugiu de quê? E de quem?

Murilo corre para o escritório. Manoela e Breno vão atrás. Murilo abre o cofre e vê que tudo está vazio:

MURILO: Ele fugiu levando todo o dinheiro da casa.

Murilo pega seu celular e se apavora:

MURILO: As contas da empresa...

BRENO: O que tem pai?

MURILO: Ele limpou tudo! Foi embora com todo o nosso dinheiro!

MANOELA: O que isso quer dizer pai?

MURILO: Que seu avô colocou tudo a perder minha filha. Preciso voltar para a China, resolver as coisas com os sócios por lá, ou iremos perder tudo definitivamente! Só que desta vez, eu vou para a China com a pessoa certa!

PARTE 8

Praça central de Amora Branca – Luana e Murilo se encontram:

MURILO: Fiquei feliz quando recebi seu recado!

LUANA: A gente precisa mesmo ter essa conversa!

MURILO: Eu ainda sou apaixonado por você, Luana! Nunca lhe esqueci. Mesmo pensando que você estava morta, eu nunca deixei de te amar!

LUANA: Murilo, eu pedi para nos encontrarmos aqui, no lugar em que nos conhecemos, porque tenho algo importante para lhe dizer. Algo que esperei vinte anos para lhe dizer, algo que meu coração sentiu durante todos esses anos longe de você e do nosso filho!

Os dois se olham...

PARTE 9

Uma semana depois...

Madrid – Apartamento de Fernando e Helena – Clara chega em casa:

HELENA: Filha, como foi ? conseguiu o novo emprego?

CLARA: Consegui sim mãe!

Elas se abraçam – Fernando chega na sala:

FERNANDO: Notícia boa! E o seu novo apartamento, tudo em ordem?

CLARA: Tudo sim pai! Agora, vocês não vão acreditar na notícia que saiu nos principais portais brasileiros hoje!

HELENA: Notícias do Brasil? O que aconteceu por lá? Mais algum grande empreiteiro preso? 

CLARA: Não! o Tarcísio fugiu com todo o dinheiro da empresa!

FERNANDO: Como é que é?

CLARA: Isso mesmo! Estão dizendo que ele fugiu com o dinheiro da empresa e que o Murilo voltou para a China para comandar a única franquia que sobrou, que é a de lá!

HELENA: Nada vindo do Tarcísio me surpreende! Nada! Mas agora vamos viver as nossas vidas!

PARTE 10

China – Empresa de Murilo 

MURILO: Rosa, colocou aqueles papeis na minha mesa?

ROSA: Coloquei sim Murilo! Pelo que já pude ver, as contas por aqui estão em ordem! Que bom que você e o seu sócio daqui tinham outra conta da empresa!

MURILO: Graças a Deus tudo certo por aqui! E a polícia do Brasil, ligou?

ROSA: Não ligou! Mas eu liguei para eles!

MURILO: Alguma novidade?

ROSA: Não! mas eles irão encontrar o seu pai!

MURILO: Assim espero! E o meu jantar? Tudo certo? 

ROSA: Tudo certo sim! Ela vai amar!

MURILO: Olha lá em Rosa, não me decepcione! Eu não posso decepcionar essa mulher! Não mais!

ROSA: Pode deixar!

PARTE 11

Amora Branca – casa de Joaquim e Eliane – cozinha – Mariana e Breno estão sentados para almoçar ao lado dos avós:

MARIANA: Minha mãe telefonou vó?

ELIANE: Ainda não querida!

JOAQUIM: Confesso que fico preocupado quando ela não liga!

BRENO: Se ela demorar mais para telefonar, eu ligo!

PARTE 12

China – Noite – Restaurante – Murilo entra e senta-se em uma das mesas:

MURILO: Me perdoe pela demora, problemas na empresa!

RITA: Não há problema! Acabei de chegar também! Podemos começar a jantar ?

MURILO: Podemos sim doutora Rita! Eu estava mesmo lhe devendo esse jantar!

RITA: Estava mesmo, há anos!

Eles trocam sorrisos

PARTE 13

Amora Branca – Casa de Eliane e Joaquim – todos estão na cozinha e Luana chega:

LUANA: Desculpem não telefonar família! Quero lhes mostrar a surpresa!

ELIANE: Minha filha, quase nos mata de preocupação!

JOAQUIM: Deu tudo certo?

MARIANA: Onde você estava mãe?

Miguel entra na cozinha:

MIGUEL: Surpresa!

MARIANA: Pai? você voltou?

MIGUEL: Voltei sim minha filha!

LUANA: E agora pra valer! Podemos almoçar? Estou faminta!

BRENO: Podemos sim mãe! A comida da vovó está deliciosa!

LUANA: Onde está Manoela? Não veio comer conosco?

Manoela surge na cozinha:

BRENO: Olha ela ai! Você disse que não vinha maninha, o que houve?

MANOELA: Aquela casa faz barulhos estranhos! Estava vendo tv na sala e escutei alguns ruídos! Parece casa mal assombrada!

ELIANE: Essas coisas não existem minha filha!

JOAQUIM: E como andam as coisas para a negociação de venda da casa?

BRENO: Meu pai está resolvendo isso, vai dar certo em breve!

MANOELA: Enquanto isso, eu não fico mais sozinha por lá!

Todos riem

PARTE 14

Casa de Tarcísio – Não há ninguém na casa – A câmera, em plano sequência, segue da porta da sala, até a mesinha de centro localizada entre os dois sofás. Um barulho pode ser escutado, como se alguém batesse no chão. A câmera puxa a imagem para baixo do piso da sala. Há um porão. Tarcísio está lá:

TARCÍSIO: Alguém me escuta? – diz batendo no teto (que é o chão da sala) Socorro!

Ele caminha até a prateleira do porão e nota que a comida acabou:

TARCÍSIO: Eu estou com fome! Acabou a comida! Uma semana já!

Ele volta a bater no teto com uma vassoura:

TARCÍSIO: Socorro! Alguém me ajuda! Tem alguém ai?

A voz de Tarcísio quase não é ouvida no interior da casa. A câmera vai se afastando.

PARTE 15

Casa de Joaquim e Eliane – Todos estão na cozinha

LUANA: Vamos fazer um brinde?

BRENO: Vamos sim!

MARIANA: Vamos brindar a nossa felicidade!

JOAQUIM: Sim, a nossa eterna felicidade!

Eliane pega uma taça na mão:

ELIANE: Então, vamos ao brinde!

MIGUEL: Vamos brindar!

Todos pegam as taças e fazem um brinde.


FIM

Postar um comentário

Copyright © Portal Comenta TV. Designed by OddThemes & SEO Wordpress Themes 2018