Novela Escrita | Enquanto a Cidade Dorme - Capítulo 13

PARTE 1

Casa de Eliane e Joaquim – Quarto de Luana – Ela conversa com Miguel enquanto arruma suas malas:

LUANA: Eu não vou ficar mais nem um minuto dentro desta casa Miguel!

MIGUEL: Luana você está se precipitando. Como pôde tratar a sua mãe daquela maneira?

LUANA: A minha mãe me enganou esse tempo todo Miguel. Será que você é tão ingênuo, capaz de não ver tudo o que ela fez?

MIGUEL: Eu acho que você deveria escutar a sua mãe!

LUANA: O silêncio dela foi tudo para mim! Ela já confessou! E se você quiser ficar aqui, com eles, fique! Ou então volte para casa. Eu vou conhecer o meu filho e isso nada e nem ninguém vai impedir.

Luana fecha a sua mala e Miguel a segura:

MIGUEL: Ninguém te ama mais do que eu Luana. Eu fiquei do seu lado esses anos todos, e se você irá conhecer seu filho, o filho que pensava ter morrido, eu vou com você, quero ir com você!

LUANA: Não quero que faça nada contra sua vontade, Miguel!

MIGUEL: Nada do que eu faço por você e com você é contra minha vontade! Nada!

PARTE 2

Casa de Eliane e Joaquim. Quarto de Mariana – ela conversa com o pai:

MARIANA: Minha mãe vai para onde pai?

MIGUEL: Minha filha, sua mãe está abrindo feridas do passado, feridas que já doeram muito e que agora vão doer muito mais!

MARIANA: Eu só queria entender tudo isso pai. Tudo está muito confuso na minha cabeça.

MIGUEL: Sua mãe vai lhe explicar tudo Mariana, quando for a hora. Você precisa entender que tudo o que ela passou foi uma mentira, uma vida inteira de mentiras e isso deixa qualquer um fora de si. Quando ela estiver boa, irá lhe contar tudo e você, certamente, entenderá.

Os dois se abraçam.

PARTE 3

Casa de Tarcísio – Helena caminha com Clara até a porta e se despede – Quando fecha a porta, Graziela que está na sala se posiciona em sua frente:

GRAZIELA: Então essa jovem que acaba de sair daqui é sua filha?

HELENA: Mas o que é que você está falando? Está louca?

GRAZIELA: Eu? Louca? (risos) Conte-me tudo agora Helena, ou serei obrigada a contar tudo o que ouvi para o meu querido sogro!

Helena dá um tapa em Graziela

HELENA: Você não se meta comigo, Graziela! Não se esqueça que se hoje está aqui, na minha frente, foi porque eu a coloquei aqui. E presta atenção, do mesmo jeito que te coloquei, eu te tiro!

Helena sai e deixa Graziela na sala.

GRAZIELA: Vai pagar caro por isso. Desgraçada!

PARTE 4

Casa de Tarcísio – Murilo entra em casa e encontra a família na sala:

MURILO: Esperando por mim?

HELENA: Aonde você estava?

TARCÍSIO: Deixou a todos nós preocupados, Murilo!

GRAZIELA: Principalmente eu, quase morri, já estava pensando o pior!

MURILO: Pois eu acho muito bom que vocês estejam aqui, todos reunidos. Pois tenho uma pergunta para fazer e todos aqui podem me responder.

HELENA: Uma pergunta?

TARCÍSIO: O que está acontecendo Murilo? Você está com uma cara assustada, aconteceu alguma coisa com a empresa?

MURILO: Não, não meu pai, com a empresa, tudo certo! Tudo maravilhoso por sinal. O que que realmente quero saber de vocês três, é quem começou mentindo para mim?

TARCÍSIO: Não estou entendendo Murilo, como assim quem começou mentindo para você?

HELENA: meu filho, o que você está dizendo?

Murilo grita pelo nome do filho, que desce a escada com a irmã:

MANOELA: O que está havendo? Por que estão gritando tanto?

BRENO: Aconteceu alguma coisa pai?

MANOELA: A mamãe disse que vamos voltar para a China, por que tão rápido?

Murilo caminha pela sala enquanto é observado por todos:

MURILO: Então é isso que vai acontecer meu querido pai? Você, novamente, vai se livrar do seus problemas me mandando para a China?

TARCÍSIO: Murilo, eu não sei onde você quer chegar com isso...

MURILO: Sabe sim – diz gritando – você sabe muito bem, aliás, todos você sabem do que estou falando!

Ele se vira para Breno:

MURILO: Sabe aquela mulher, meu filho, aquela que lhe chamou pelo meu nome na frente da festa da empresa? Se lembra?

BRENO: Lembro sim! Você descobriu quem era ?

GRAZIELA: De que mulher vocês estão falando? 

MURILO: Aquela mulher, Breno... aquela mulher, é sua mãe! Sua verdadeira mãe...

Todos se olham espantados:

BRENO: Minha mãe? Mas a minha mãe não havia morrido?

MURILO: Era o que eu pensava! Aliás, era o que o seu avô queria que eu pensasse, não era, pai? Fala!!!

Tarcísio encara o filho:

PARTE 5

Casa de Fernando – ele está em seu quarto quando Clara entra:

CLARA: Já falei com a mamãe. Tudo irá se resolver!

FERNANDO: Não posso esperar mais nem um segundo filha!

CLARA: Pai, calma! Ela tem a gravação, tudo irá se resolver! A minha vontade era gritar para todo mundo a verdade logo de uma vez, mas não podemos fazer isso. Olha só para todo esse tempo que vocês viveram tentando conseguir a prova contra seu irmão, você não pode jogar tudo para o alto.

FERNANDO: Eu não aguento mais! Vou acabar com essa história!

CLARA: O que você vai fazer pai?

FERNANDO: Vou terminar uma briga de 20 anos atrás, só que desta vez, não sou eu quem vai morrer!

PARTE 6

Casa de Tarcísio – todos estão na sala quando a campainha toca:

MURILO: Pode deixar que eu abro. É a pessoa que estava faltando nesta conversa!

Murilo caminha até a porta e a abre. Luana entra com Miguel:

LUANA: Boa noite a todos!

Tarcísio encara Luana. Murilo olha para Miguel:

MURILO: Você, quem é?

MIGUEL: Prazer, meu nome é Miguel, sou marido da Luana!

MURILO: marido? 

MIGUEL: Sim, marido!

Breno se aproxima lentamente de Luana:

BRENO: Mãe?

Luana olha fixamente para o filho. Os dois ficam se olhando por um tempo.

FIM DO CAPÍTULO 13

CURTIU O CAPÍTULO? COMENTE!

Postar um comentário

Copyright © Portal Comenta TV. Designed by OddThemes & SEO Wordpress Themes 2018