Novela Escrita | Enquanto a Cidade Dorme - Capítulo 03


PARTE 1

TARCÍSIO: Você enlouqueceu? – ele joga para o chão várias pratarias que está sobre a mesa – Só pode estar completamente louco!

HELENA: Meu filho pelo amor de Deus, que história é essa? É verdade o que seu pai está a dizer?

TARCÍSIO: Mas é claro que é verdade, Helena! Ou você acha mesmo que estou a inventar coisas?

MURILO: Ele não está a mentir mãe! Diz a verdade! Me apaixonei e agora terei um filho com a mulher que amo. Com a mulher que escolhi para viver ao meu lado! E ela não é uma qualquer, volto a repetir isso ao senhor, doutor Teodoro. O nome dela é Luana! O senhor pode quebrar toda a prataria desta casa, pode colocá-la abaixo se quiser, mas não irá mudar o que já está feito. Terei esse filho junto com a mulher que escolhi para mim e, a partir de agora, irei cursar minha própria história.

Ele sobe a escada correndo. Corta para:

PARTE 2 

Em seu quarto, Murilo tranca a porta. Ele abre seu guarda roupa, pega uma mochila e coloca dentro algumas peças de roupa, ao som da música “See You Again - Wiz Khalifa”. Corta para:

PARTE 3 

No quarto, Teodoro está nervoso e Helena tenta acalmá-lo:

HELENA: Você precisa ficar calmo Teodoro. Precisamos, juntos, pensar em uma saída para esta situação!

TEODORO: Eu já pensei em uma saída Helena! Quero sua ajuda em um plano! Tenho tudo em mente já!

HELENA: Plano? Mas que plano?

TEODORO: Nada e nem ninguém irá atrapalhar o grande homem que Murilo irá se tornar. Ele quer esse filho, não quer? Ele o terá! Mas essa qualquer com quem ele se envolveu irá ficar bem longe dele!

HELENA: Como é que é? Como você pretende fazer isso? Como irá tirar o filho dos braços de uma mãe, é quase impossível!

Teodoro caminha até o espelho que têm ao lado de uma bancada com vinhos. Ele coloca um pouco em uma taça e antes de dar o primeiro gole diz:

TEODORO: Preciso que você chame aquela garota, a filha da sua amiga que vive no interior. 

HELENA: A Graziela, filha da Zilda?

TEODORO: Ela mesma! Eu pensei que essas suas amigas do passado jamais seriam úteis, mas agora será de grande valia!

HELENA: Não gosto quando você menciona a vida que eu tinha antes de me casar com você!

TEODORO: E você acha que eu gosto de lembrar? 

Ele bebe o vinho em um gole só:

TEODORO: Peça para essa garota vir para cá imediatamente!

HELENA: Você ainda não me disse que plano é esse.

TEODORO: Quanto menos você souber, melhor!  Traga essa garota o quanto antes!

PARTE 4 

Luana está em casa com os pais, quando alguém bate na porta. Ela abre e Murilo está em pé com sua mochila:

MURILO: Obrigado por me acolherem!

Joaquim se vira para ele:

JOAQUIM: Corajosa a sua atitude de sair de sua casa rapaz! Rico, sempre teve tudo o que quis ao alcance das mãos e agora, de uma hora para outra, resolve abandonar tudo!

MURILO: Não abandonei tudo Sr. Joaquim. Abandono seria se eu deixasse sua filha grávida e fizesse às vontades de meu pai. 

JOAQUIM: Você tem todo o meu respeito!

Luana nota que a mãe está calada:

LUANA: A senhora não gostou do Murilo, mãe?

ELIANE: Parece ser um bom rapaz! Só não me peça para estar satisfeita com a situação. Por favor!

Eliane vai para o quarto:

JOAQUIM: Não se preocupe minha filha, sua mãe está assustada ainda. Logo ela melhora! Ela te ama!

Joaquim estende a mão para cumprimentar Murilo:

JOAQUIM: Seja bem-vindo Murilo! Serás muito bem tratado em minha casa!

PARTE 5 

O dia está claro. O grande relógio que está pendurado na parede da sala da casa de Teodoro e Helena marca 9 horas da manhã. Teodoro caminha de um lado para o outro na sala quando a porta abre. Por ela, entram Helena e Graziela.

TEODORO: Pontual!

HELENA: Tudo o que eu prometo, eu cumpro! Aqui está Graziela!

Graziela é alta, tem longos cabelos pretos e um par de olhos azuis. 

GRAZIELA: Tive que perder aula hoje para poder estar aqui!

HELENA: A Zilda não queria deixar a menina vir, mas expliquei a ela toda a situação e ela concordou!

GRAZIELA: Só eu que não sei direito o que estou a fazer aqui, nessa minúscula cidade. A minha já é pequena e vocês me trazem para Amora Branca?

TEODORO: Daqui você vai para o mundo minha querida, não se preocupe!

A campainha toca. 

HELENA: Onde está a Josefina para abrir a porta? 

TEODORO: Eu a dispensei hoje! Não quero mais ninguém sabendo dessa conversa!

HELENA: Mas quem você está a esperar?

Teodoro caminha até a porta. Ao abrir, Eliane entra:

HELENA: Mas quem é você?

TEODORO: Esta é Eliane, a mãe da Luana, sogra do nosso filho!

Eliane e Helena se encaram

TEODORO: Vocês já se conhecem?

HELENA: Mas é claro que não! Estou é surpresa por ela estar aqui!

TEODORO: Ela veio participar da nossa conversa!

ELIANE: Devo dizer, antes de mais nada, que se vocês se preocupam com o filho de vocês, ele está sendo muito bem tratado na minha casa!

Helena se senta no sofá:

HELENA: Não quero nem pensar onde é que ele dormiu!

ELIANE: Em uma cama como qualquer outra!

TEODORO: Sem provocações senhoras. Estamos aqui para falar de coisa mais importante!

Graziela se senta ao lado de Helena:

GRAZIELA: Espero que valha a pena eu estar aqui!

TEODORO: Valerá muito mais do que você merece! Bom, nós estamos aqui para discutir tudo o que acontecerá de agora para frente, até a data do nascimento desta criança!

ELIANE: Estou de acordo com tudo o que propôs, desde que minha filha não perca a vida!

TEODORO: Minha senhora, as duas mortes que acontecerão nessa história serão falsas. E apenas quem deve acreditar nelas, é que vai sofrer com isso!

FIM DO CAPÍTULO 3

CURTIU O CAPÍTULO? COMENTE!

Postar um comentário

Copyright © Portal Comenta TV. Designed by OddThemes & SEO Wordpress Themes 2018