Crítica | Misturando música e teatro, Rise se mostra uma grata surpresa da NBC


Era uma noite qualquer e eu estava em busca de - mais - uma série para assistir. De uma hora para outra, surge uma notícia sobre Rise, uma série produzida pela NBC e que estreou recentemente. A série baseada no livro Drama High, de Michael Sokolove, e também em uma história real, é uma grata surpresa. Sendo pelos personagens carismáticos ou pela temática que mistura música e teatro de uma forma maravilhosa. 


Estrelando Josh Radnor, um professor que decide assumir a companhia de teatro do colégio em que trabalha e produzir a peça, O Despertar da Primavera, mesmo a comunidade em qual vive sendo um pouco conservadora demais. Mas mesmo com todas as difucldades, acaba por fazer uma nova família e vai se ver envolvido na vida daqueles adolescentes, enquanto lida com problemas dentro de sua própria casa, como o problema com a bebida de seu filho mais velho, Gordy, interpretado por Casey Johnson. E tudo isso com a ajuda da ex-diretora da companhia de teatro, Tracey, interpretada por Rosie Perez - e uma das melhores personagens da série.


Uma série que lembra Glee pela parte musical, mas também lembra This Is Us pela parte emocional. Certas cenas nos fazem querer chorar e nos fazem querer muito mais que quarenta minutos de episódio. Delicada, ela também lembra muito a vigéssima quinta temporada de Malhação, intitulada Viva a Diferença, onde diversos assuntos que fazem parte da realidade dos jovens são abordados, como o alcoolismo, já falando anteriormente, preconceito, transexualidade, gravidez na adolescência... 


Apesar de muitas vezes pecar e não ir mais a fundo em alguns plots, Rise vem sendo uma grata surpresa e consegue entreter e emocionar. Se continuar nesse mesmo ritmo, que a série tenha uma vida longa. 


Postar um comentário

Copyright © Portal Comenta TV. Designed by OddThemes & SEO Wordpress Themes 2018