Novela Escrita | Fruto da Imaginação - Capítulo 06




Casa de Leonardo / sala 
Sérgio demonstra surpresa mas não se assusta com a notícia que acabara de ouvir.
Sérgio: Entendeu certo Bernardo?
Bernardo (telefone): em qual hospital ele está?… Tudo bem. Estamos indo até ai.

Bernardo desliga o telefone, aparentemente muito nervoso, mas tenta ficar calmao para consolar sua mãe que está chorando desesperadamente, como se não quisesse acreditar.

Regina: O que houve com ele Bê?

Bernardo: Não sei ao certo mãe. Mas foi acidente de carro.

Sérgio: Uma hora isso daria ruim gente! Ele estava bebendo dia de semana.

Bernardo ignora o comentário de Sérgio.

Bernardo: Vamos ao hospital mãe?

Regina: Vamos… vou pegar minha bolsa.

Sérgio: Eu vou com vocês. Vou pegar os documentos do carro.

Casa de Rafael e Helena / sala

Maria: Fiquei curiosa amiga… O que aconteceu?

Helena: Maria, eu preciso te contar uma coisa! Mas você não pode contar pra ninguém.

Maria: Pode falar. Assim que me mandou a mensagem eu vim correndo. Fala amiga!

Helena (chorando): Eu estou esperando um filho.

Maria (feliz): Que legal amiga… Você queria tanto.

Helena: Não Maria… Eu não quero mais.

Maria fica sem entender, pois, todos sabem que esse era o maior sonho de Helena, ser mãe.

Maria: Ai meu Deus!!! Aconteceu alguma coisa? Já sei aquela cisma do Rafa ainda. Por isso você desistiu? Mas pode ser que quando ele descobrir, ele passe a querer.

Helena começa a chorar…

Helena: Maria, o Rafael saiu de casa.

Maria (surpresa): O que? Mas ele fez isso quando descobriu?

Helena: Não… Antes de fazer o exame ele já havia saído... eu já estava com a menstruação atrasada, mas não havia feito o exame ainda.

Maria: Mas por que ele foi embora?

Helena (chorando): ele está com outra… está apaixonada por outra.

Maria (surpresa): Nossa amiga… que barra. Mas você tem que contar pra ele.

Helena fica nervosa com o que Maria diz, pois não quer que Rafael saiba de sua gravidez.

Helena: Não Maria… Ele não pode saber

Maria: Mas Helena, ele é o pai.

Helena: Por favor, Maria… Você tem que me prometer que ele não vai saber por enquanto.

Maria: Tudo bem Helena… Eu não falo. Mas como você vai fazer?

Helena: Ainda não sei. Mas vou conversar com meus pais. Certamente terei que voltar para casa deles mesmo. Aí vejo com eles. (chora) Se dependesse de mim, o Rafael nunca saberia da existência desse filho.

Rua

Sandra se surpreende ao encontra Diego pela Rua todo sujo e com as roupas rasgadas.

Sandra: Diego? Onde você estava?

Diego: Oi Sandrinha… nem eu sei!

Sandra: Seu louco, sua mãe está desesperada atrás de você.

Diego: É... acho que dessa vez eu sumi por um tempo maior. Mas é que os caras me prenderam lá em cima, Sandra. Foi difícil para sair! Eu pensei que não sairia vivo dessa vez.

Sandra: Cara, você tem que fazer igual a mim. Faço o que tenho que fazer, mas na hora que acabou, eu volto. Mas você quer ficar lá por dias.

Diego: Sermão agora não, por favor. Você não tem moral nenhuma pra tentar me converter. Eu só exagerei um pouco mais que você. Só isso.

Sandra: Desculpa… mas você não foi em casa ainda?

Diego: Não… acordei agora pouco próximo a um valão e percebi que não estava mais preso lá e sai batido.

Sandra: Nossa…

Diego: Não volto lá nunca mais, Sandra! Vou retornar para faculdade. Não quero mais essa vida não.

Sandra: É isso aí Diego. Sai disso mesmo. Eu também se estivesse igual a você já teria parado. Mas vai para casa, tomar um banho… Sua mãe está muito triste.

Diego: Imagino… mas vou lá sim.

Diego sai e Sandra faz uma cara de como se sentisse pena dele.

Sandra: Até mais.

Restaurante

Allan está sentado num restaurante, aguardando algo, impacientemente.

Allan: Cadê essa Garota? Ela está me atrasando… Por isso que não quero nada sério com essas garotas.

Depois de mais alguns minutos chega Angélica, uma menina que Allan conheceu e marcou um encontro. Só que ele não se apresenta como Allan e sim como Pedro.

Angélica: Oi Pedro? Tudo bem?

Allan/Pedro: Oi Angélica!!! Já estava pensando que tinha me esquecido.

Angélica: Duvido… jamais esqueceria alguém como você.

Allan/Pedro: Hummmm que isso! Digo a mesma coisa gata, pois desde que te vi dentro daquela loja eu já me encantei. Só fico preocupado pois não nos conhecemos direito.

Angélica: Mas eu acredito em amor a Primeira Vista Pedro…

Allan/Pedro: Se para você isso não é empecilho… o resto é que se exploda!

Angélica: Pedro, para mim o que importa é o fato de estarmos só nós dois aqui. O resto é o resto.

Allan percebeu que tem mais uma mulher na sua rede. E como não costuma perder tempo, se aproxima de Angélica e aproveita o momento.

Allan/Pedro: Vamos aproveitar o momento.

Os dois se beijam.

Hospital / Recepção

Bernardo, Regina e Sérgio chegam ao hospital rapidamente, e Bernardo se apresenta na recepção bastante nervoso e preocupado.

Bernardo: Com licença… Eu sou irmão do Leonardo. Ele sofreu acidente de carro, e deu entrada aqui.

Recepcionista: O senhor pode ir ali na recepção da emergência para obter maiores informações.

Regina (nervosa): É por ali Bernardo

Recepcionista: Só pode uma pessoa, senhora...

Sérgio: Vai você Bernardo. Sua mãe está muito nervosa.

Bernardo: Tudo bem… vou lá e já trago notícias mãe… espera sentada ai.

Regina senta num dos bancos e começa a chorar. Enquanto Bernardo vai para a recepção da Emergência.

Hospital / Recepção Emergência

Bernardo: Com licença senhor, preciso falar com a recepcionista

Bernardo pede licença e o senhor que está na sua frente é Antônio que o olha surpreso, surpreendendo também a Bernardo que o olha assustado.

Antônio: Bernardo?
FIM DO CAPÍTULO 06

CURTIU O CAPÍTULO? COMENTE!

Postar um comentário

Copyright © Portal Comenta TV. Designed by OddThemes & SEO Wordpress Themes 2018