Novela Escrita | Fruto da Imaginação - Capítulo 02


Casa de Leonardo

Leonardo constata que seu filho Daniel não está em casa e fica desesperado.

Leonardo (desesperado): Não pode ser (grita) Filho!!! Filho!!! (pega o telefone e disca) alô, mãe?

Casa de Bernardo / Sala

O telefone de Regina toca e ela parecendo pressentir algo ruim, atende rapidamente.

Regina (nervosa): Alô!… Leo?…Calma Leonardo! Fala o que houve?… Cadê o Dani?! O que? Seqüestrado? Como foi isso?… Você está bêbado?… Você deixou o menino sozinho? Já ligou pra Bia? … Liga e me avisa! (desliga) Ai meu Deus o que será que houve?! Eu vou pra lá agora.

Sérgio ouve que Regina falava ao telefone e ao perceber que ela estava nervosa, vai até a sala para saber o que houve.

Sérgio: Vai pra onde Regina? O que houve?

Regina: O Léo chegou em casa e não encontrou o Daniel…

Sérgio: e onde ele estava que deixou o filho sozinho?

Regina: Não sei… ele parece bêbado.

Sérgio sempre criticou o fato de Leonardo ser irresponsável e agora tem mais um motivo para jogar isso na cara de Regina, que tanto defende os filhos.

Sérgio: Novidade né Regina?!

Regina: Você me leva até a casa dele?

Sérgio: Fazer o que né? O abacaxi sempre sobra pra gente descascar. Vamos logo.

Regina: Vou ligar pro Bernardo e já vamos.

Enquanto Sérgio vai retirar o carro da garagem, Regina liga para Bernardo para avisar sobre o ocorrido.

Casa de Leonardo

Leonardo: Que susto, meu filho!

Leonardo encontrou Daniel e sente-se como estivesse vivido um milagre, já que havia pensado o pior.

Bia: Eu tentei te ligar Léo, mas só dava desligado.

Leonardo: Eu sei Bia, mas eu fiquei desesperado.

Bia: Eu o levei pra minha casa por que liguei pra cá e eram 20:30 e você ainda não estava. Vim correndo pra buscá-lo, mas não pude ficar por aqui pois minha mãe esta passando mal em casa.

Regina ainda não sabia do ocorrido pois estava a caminho da casa de Leonardo. Regina quando o vê, fica aliviada e vai rapidamente abraçar o neto.

Regina: Ai Graças a Deus! (o abraça). O que houve, Leonardo?

Leonardo: O Dani estava na casa da Bia mãe… ela o levou pra lá mas não me avisou.

Beatriz fica nervosa, pois acha que Leonardo esta jogando a culpa dessa confusão sobre ela.

Bia: Não foi bem assim Léo… Eu fui pra casa as 20hs e como de costume eu liguei para cá pra saber se você havia chego, e isso já era às 20:30. Só que o Daniel disse que não, liguei várias vezes pra você, mas só dava desligado ou fora de área. Eu vim aqui correndo, pois minha mãe está passando mal e o levei. Mas se você olhar aqui em cima da mesa ainda está o bilhete onde informei isso.

Leonardo fica constrangido com a situação que criou e tenta se explicar.

Leonardo: eu nem me atentei ao bilhete

Bia: e eu sempre deixo um bilhete neste mesmo lugar quando eu preciso informar algo. Só não quero que pensem que fiz mal em levá-lo para minha casa.

Regina: Claro que não Bia. Você fez o correto, até mais do que a sua obrigação. Até por que seu horário é até às 20 horas. Obrigada minha filha.

Leonardo: Desculpas Bia, eu me apavorei.

Bia: Tudo bem Léo… eu agora preciso ir, pois como te informei, minha mãe está passando mal. Com licença e boa noite a todos.

É notório que Beatriz ficou chateada. E diante da situação Sérgio encontra a oportunidade para julgar Leonardo. E de uma forma irônica, não perde tempo e começa a falar:

Sérgio (irônico / batendo palmas): Pá-ra-béns Leonardo! Conseguiu armar uma baita confusão, fruto da sua irresponsabilidade. Que por sinal, você já está mestre nesta arte.

Regina: Poxa filho, segunda-feira e você esta ai bêbado. Olha no que deu… Graças a Deus o Daniel esta bem e tudo não passou de um mal entendido, mas poderia ter sido pior, não acha?

Leonardo: Eu sei mãe… Desculpa pelo transtorno.

Sérgio: Como sempre, tudo acaba em pedidos de desculpas. Simples assim… rapaz você não vai mudar nunca. Uma vez irresponsável eternamente irresponsável.

Leonardo não gosta nem um pouco dos comentários de Sérgio, e como acha que não tem nada a perder…

Leonardo: Ei ei, quem você pensa que é pra falar assim comigo? Errei sim, mas você não tem nada com isso, entendeu? Nada!

Bernardo chega a casa de Leonardo também preocupado com Daniel, mas ao chegar avista o sobrinho e percebe a discussão entre Leonardo e Sérgio.

Bernardo: O que houve? Onde o Dani estava?

Regina: Oi filho. Foi um mal entendido somente

Sérgio: Nada de mal entendido, o seu irmão foi quem criou toda essa confusão desnecessária. Achando que é um rapaz livre. E esquece que tem responsabilidades...

Leonardo não deixa com que Sérgio continue falando, e já altera o tom de voz.

Leonardo: Cala a sua boca seu idiota… Você não tem moral nenhuma para falar comigo. Te conheço como nada. Você pra mim não vale nada. E não admito que fale comigo desse jeito dentro da minha casa.

Regina (nervosa): Calma gente… o problema já passou. Já encontramos o Daniel…

Sérgio não deixa por menos e continua a discussão.

Sérgio: Não passou não. Sabe por quê? O problema é seu filho Regina. Enquanto tiver a mamãezinha pra socorrer o filhinho, ele nunca vai se portar como um homem. Pois você sempre corrige as besteiras do Leonardo, Regina. E quem sofre as conseqüências? Eu… quem sempre tem que ajudar você, sou eu… e pra que? Pra encontrar o irresponsável neste estado… bêbado. E com um simples pedido de desculpas, as coisas voltam ao normal, como se nada tivesse acontecido. E amanhã, tudo volta a acontecer. Cara, põe uma coisa na sua cabeça, você está com 25 anos, tem um filho que está na sua responsabilidade, precisa se manter no emprego para sustentá-lo. Ai acha a coisa mais simples do mundo, em plena segunda-feira encher a cara, deixar o filho sozinho e ainda por cima sai por ai dirigindo nesta situação. Tinha que ser punido pela lei seca.

Regina esta ficando nervosa, pois acredita que a discussão pode agravar.

Regina: Chega Sérgio!!! Vamos pra casa. Já está tudo bem.

Leonardo: Deixa ele falar mãe… a boca fala o que o coração está cheio, não é?! Ele se acha no direito de falar tudo isso.

Sérgio: Sinto-me na obrigação de dizer tudo isso sim Leonardo… Você e seu irmão já me encheram a paciência, isso sim… Cresçam, não vão ter a mamãezinha pra sempre, não.

Realmente a situação se agrava e Bernardo sente-se atacado pelas palavras de Sérgio.

Bernardo: Você nos odeia né Sérgio? Esta inspirado hoje pelo visto. Tem mais o que guardado ai na sua caixinha das reclamações? Por que isso aqui já virou lavagem de roupa suja. Vai querer dizer também que fomos nós quem pregou Jesus na Cruz?

Sérgio: Vocês não teriam capacidade pra tal ato.

Leonardo fica furioso e começa a falar gritando com Sérgio.

Leonardo: Chega Sérgio! Cai fora agora! Por que senão vou mostrar pra você que não sou esse moleque que aparento. Sou um homem suficiente para te arrancar a força da minha casa.

Todos se surpreendem com a atitude nervosa de Leonardo.

 FIM DO CAPÍTULO 2

CURTIU O CAPÍTULO? COMENTE! SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE PARA O AUTOR.

Postar um comentário

Copyright © Portal Comenta TV. Designed by OddThemes & SEO Wordpress Themes 2018