Novela Escrita | O Preço da Verdade - Capítulo 02


CENA 1 - EXT. / TERRENO ABANDONADO - NOITE. 

Os dois homens saem com o carro e deixam VINÍCIUS e FABIO ali. VINÍCIUS se abaixa para tentar acudir seu pai. 

VINÍCIUS (desesperado): Fala comigo pai. Por favor! Fala comigo! Fala comigo! 

VINÍCIUS começa a chorar e seu pai não responde. Ele pega seu celular e liga para seu tio, mas ele não atende. Ele disca para o hospital e começa a falar desesperado. Corta para:

CENA 2 - EXT. / TERRENO ABANDONADO - NOITE. 

A ambulância e polícia chegam ao local. Eles fazem algumas perguntas para VINÍCIUS. Pouco tempo depois LEONORA chega e abraça VINÍCIUS.

LEONORA: O que aconteceu?

Ela olha para trás e vê eles tampando o corpo de FABIO e não consegue segurar o choro.

LEONORA: O que foi que fizeram? 

VINÍCIUS começa a chorar e abraça muito forte LEONORA.

VINÍCIUS: Ele morreu e eu nem falei que o amava tia. Ele morreu e eu nem me despedi.

Alguns repórteres começam a chegar no local.

LEONORA: Eu vou te tirar daqui, vamos. Vamos para casa. 

CENA 3 - INT. / CASA DE MADALENA/SALA DE ESTAR - NOITE.

Enquanto MADALENA está na cozinha fazendo o jantar, DEBORA está pintando na sala de estar enquanto PAULO AUGUSTO está assistindo ao noticiário. Começa a notícia sobre a morte de FABIO CARVALHO e MADALENA pede para PAULO AUGUSTO aumentar.

PAULO AUGUSTO: Esse não é o seu chefe? Partiu dessa pra melhor...

MADALENA (surpresa): Meu Deus...

MADALENA volta a fazer a comida em choque, quando alguém bate na porta de sua casa. DEBORA se levanta e vai atender. Ela abre e é a polícia.

DEBORA: Papai?

PAULO AUGUSTO: Quem é?

PAULO AUGUSTO se levanta e vai até a porta.

PAULO AUGUSTO: Pois não? Aconteceu alguma coisa?

POLICIAL: É aqui que mora Madalena Silveira Nunes?

MADALENA: Eu?
O Policial entra na casa.

POLICIAL (algemando Madalena): A senhora está presa!

MADALENA fica sem entender o que está acontecendo.

MADALENA: Isso está errado! Isso está errado! O que está acontecendo?

MADALENA é levada pelo policial e PAULO AUGUSTO e DEBORA ficam sem entender o que está acontecendo. Corta para:

CENA 4 - INT. / CASA DE EDGAR/SALA DE ESTAR - NOITE.

EDGAR chega desesperado e ao ver VINÍCIUS o abraça e chora.

EDGAR: Eu sinto muito meu sobrinho. Eu sinto muito!

VINÍCIUS: O que vai ser de mim tio? O que vai acontecer comigo?

EDGAR: Como assim o que vai acontecer com  você? Você ficará conosco. Você é nossa família! Eu nunca iria deixar você.

VINÍCIUS: Eu não sei o que eu faço. Ele se foi e eu não pude nem me despedir...

EDGAR: Ninguém podia imaginar! Você não pode ficar pensando nisso agora, está bem? Eu tenho certeza que seu pai está olhando por nós onde quer que esteja. Eu vou cuidar de você.

VINÍCIUS: Eu vou vir morar com vocês?

EDGAR: A casa do seu pai é maior, acho que eu e minha família devemos ir morar com você. Mas isso não é coisa para se pensar agora, né? 

EDGAR abraça VINÍCIUS e dá um leve sorriso. LEONORA percebe o semblante do marido. Corta para:

CENA 5 - EXT. / CEMITÉRIO - DIA.

Ao som de uma música triste aparecem cenas do enterro de FABIO. VINÍCIUS ganha a compaixão de todos, principalmente de sua prima LUÍZA, que segura a mão do garoto o tempo todo. Corta para:

CENA 6 - INT. / CASA DOS CARVALHO/SALA DE ESTAR - DIA.

Alguns dias depois... 
EDGAR e a família se mudam para a casa que era de FABIO. A aproximação de VINÍCIUS e LUÍZA é cada vez mais evidente. Corta para:

CENA 7 - EXT. / FRENTE DA CASA DE MADALENA - DIA.

PAULO AUGUSTO e DEBORA saem da casa. Ele tranca a porta e sai de mão dada com a filha. De longe os dois ficam olhando e ele chora.

DEBORA: Eu não quero ir embora pai.

PAULO AUGUSTO: Vai ser melhor para nós filha. Vai ser melhor para nós!

Os dois entram no carro e saem. Corta para:

CENA 8 - INT. / AEROPORTO - DIA.

QUATRO ANOS DEPOIS...

EDGAR e LEONORA se despedem de LUÍZA e VINÍCIUS.

EDGAR: Aproveitem muito esse tempo fora. Muito juízo. Vamos morrer de saudades de vocês.

LEONORA: Tragam bastante presentes para mim, ouviram?

EDGAR abraça LUÍZA e resmunga em seu ouvido.

EDGAR: Não esquece o que eu lhe falei. Essa é a hora!

LUÍZA: Pode deixar pai. Eu não vou lhe decepcionar!

Eles terminam de se despedir.

VINÍCIUS: Até parece que vamos ficar uma eternidade fora. É só um mês gente.

EDGAR: Um mês longe das minhas crianças.

LEONORA: Que nem são mais tão crianças né?

Eles se despedem e partem para o embarque. Corta para:

CENA 9 - INT. / CASA DOS CARVALHO/SALA DE ESTAR - NOITE. 

ONZE ANOS DEPOIS...

LUÍZA desce as escadas com uma barriga de nove meses de gestação, gritando de dor.

LUÍZA (grita): Alguém conseguiu falar com o meu pai? Por favor alguém chama meu pai! Vai nascer. O bebê vai nascer!

LEONORA se assusta ao ver a filha descendo as escadas. Corta para:

FIM DO CAPÍTULO 02

CURTIU O CAPÍTULO? COMENTE! SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE PARA O AUTOR.

4 comentários :

  1. Edgar muito pilantra. Usou a Madalena para por a culpa nela. Sem contar a Leonora e Luiza, que fazem parte do complô contra o Vinícius. Já quero saber tudo que vai acontecer

    ResponderExcluir
  2. To bem nervoso com o que pode acontecer... parabéns por mais um belo capitulo <3

    ResponderExcluir

Copyright © Portal Comenta TV. Designed by OddThemes & SEO Wordpress Themes 2018